COISAS QUE TODA VÓ PRECISA SABER

12:36


Ser avó é renovar os sentimentos de maternidade e de amor incondicional. As avós, depois da mãe, serão eternas defensoras dos netos! Mas, junto desse amor, também surge a responsabilidade em educar, transmitindo confiança para desenvolver nossos filhos. No final das contas, não podemos e não devemos cuidar e educar sozinhas os pequenos. Quanto mais gente nos ajudar nesta tarefa, melhor para nós e para os nossos filhos que terão mais referências, de preferência positivas, para evoluir, trilhar seus caminhos e tomar suas próprias decisões! Por isso listamos 10 dicas especiais!

1- Deixar a casa preparada para receber os netos, faz toda diferença!
Principalmente quando os netos ainda são bebês! Bebês precisam de mais cuidados e ter alguns itens disponíveis para eles fará com que a mamãe deixe-os com mais frequência em sua casa pois, além  de diminuir em 90% a “tralha” que um bebê necessita ao sair de casa, a faz ficar bem mais segura! Se possível, tenha um berço (portátil), um jogo de lençol, um jogo de toalhas, fraldas descartáveis, pomada contra-assadura, mamadeira, chupeta, fraldinha e uma troca de roupas.


2) Saber sobre a rotina do bebê deixará a mãe mais segura!
Todas nós, principalmente as mamães de primeira viagem, somos um poço de inseguranças! Quando deixamos nossos tesouros na casa de nossa mãe ou sogra precisamos sentir confiança e segurança! Por isso, se  elas souberem um pouco mais sobre a rotina dos nossos filhos, ajudaria bastante! É superimportante que elas saibam os horários de alimentação e descanso dos pequenos. Agora, atenção, mamães: é fundamental não tratar a avó como uma “babá de luxo”. Não é legal fazer listas do que pode ou não ser feito com as crianças. Confie na relação direta existente entre avó e neto!


3) As avós fazem muito bem para as crianças!
Quem não tem uma boa memória da casa da avó? Eu tenho lembranças incríveis e deliciosas das minhas avós! E, podem acreditar, é fato comprovado que as avós são peças fundamentais para o crescimento sadio de nossos filhos! A importância delas no desenvolvimento das crianças foi atestada em uma nova pesquisa da Universidade de Oxford, da Grã-Gretanha, com 1,5 mil crianças e adolescentes de 11 a 16 anos. Os estudiosos observaram que as crianças que tiveram os avós por perto cresceram mais felizes.


4) A casa da vovó deve ser um lugar gostoso!
É claro que as avós têm o direito (e devem) educar, chamando a atenção ou dando uma bronquinha quando necessário. Porém, se isso virar rotina, a criança poderá achar a casa da vovó um lugar desagradável e não gostar de frequentá-la! Portanto, vovós, aproveitem esse tempo para brincar, mimar e se divertirem bastante com os netinhos!


5) É muito importante manter uma boa relação com todas as partes envolvidas!
Principalmente nos dias atuais, quando cada vez mais os pais e as mães trabalham bastante e têm uma rotina atribulada, a proximidade das avós é ainda mais benéfica e necessária. Portanto, é fundamental nutrir uma relação de confiança e incentivar o laço direto que existe entre as avós e seus netinhos, respeitando e, dentro do possível, aceitando suas decisões e atitudes. Em minha opinião, esse é um dos pontos mais importantes, se não o mais! Mas, se a sua opinião for muito diferente da delas em alguns assuntos, que tal compartilhar essas diferenças em uma boa conversa, com muito jeitinho? Conversar sempre é o melhor caminho!


6) Ser presente é mais importante do que dar presente!
Não adianta as avós encherem os netos de presentes, mas não ligarem para saber como eles estão ou se gostaram! A PRESENÇA das avós é imprescindível! Não podemos nos esquecer que para os netinhos as avós são referências de pessoas adultas e, portanto, têm um papel importantíssimo no desenvolvimento das crianças. Avós também foram mães e seu amor maternal e sabedoria transmitem segurança e conforto!


7) Mostrar disponibilidade ganha muitos pontos!
Nós, mamães, também precisamos trabalhar, sair, ter um momento a sós com nossos maridos ou apenas dormir e descansar! Assim, uma avó que tiver disponibilidade e vontade de tomar conta e participar ativamente da vida dos netos ganhará muitos pontos e uma relação de carinho e reciprocidade!


8) Nasce um neto, nasce uma avó…
As avós não nascem prontas! Por mais que tenham passado pela experiência da maternidade, ser vovó é outra história! Li em um artigo escrito por uma recém-avó um trecho interessante que diz: “O que causa essa ilusão do conhecimento é que os netos são filhos de nossos filhos e para nós, os filhos são sempre crianças, daí a dificuldade em vê-los como pais e mães e a tendência de achar que nós é que somos os pais de nossos netos.”


9) Desautorizar os pais é prejudicial ao relacionamento com os netos!
Acho que deve ser bem desagradável essa situação que, por sorte, ainda não passei! Desautorizar os pais na frente dos netos é o tipo de coisa que só atrairá confusão e discórdia! Isso fará com que alguns pais não queiram vivenciar essa cena novamente e, por consequência, evitem frequentar a casa dos avós!


10) Ser avó é TUDO de bom!! Aproveitem!
Que delícia que é ter avós! Depois de ser mãe, acho que ser avó deve ser a melhor coisa do mundo!!! As avós aproximam a família, nos fazem ter lembranças incríveis da infância, são sinônimos de alegria e encantamento. Ser avó, não é “tricotar numa cadeira de balanço”… As avós atualmente são mulheres modernas, ativas e que esbanjam energia. Portanto, vovós: aproveitem seus netos! E netos, aproveitem suas avós!

Ser avó é renovar os sentimentos de maternidade e de amor incondicional. As avós, depois da mãe, serão eternas defensoras dos netos! Mas, junto desse amor, também surge a responsabilidade em educar, transmitindo confiança para desenvolver nossos filhos. No final das contas, não podemos e não devemos cuidar e educar sozinhas os pequenos. Quanto mais gente nos ajudar nesta tarefa, melhor para nós e para os nossos filhos que terão mais referências, de preferência positivas, para evoluir, trilhar seus caminhos e tomar suas próprias decisões!

VOCÊ PODE GOSTAR DE ...

0 comentários

Web Analytics