19 abril 2018

# doenças # papo de especialista

DIFERENÇA ENTRE RUBÉOLA E ROSÉOLA


As pintinhas vermelhas podem confundir os pais, mas há diferenças no diagnóstico. Afinal, você sabe o que é e qual as diferenças entre as doenças rubéola e roséola?

A rubéola chega de mansinho e no início pode ser facilmente confundida com uma gripe forte. No início pode ser confundida com gripe. A doença exantematosa também se assemelha ao sarampo, de origem viral, caracterizada por febre (de 38º), mucosa respiratória carregada, erupção papular avermelhada e gânglios linfáticos do pescoço alterados.

Crianças também podem sentir dor no corpo e dor de cabeça, além de ser comum coriza, dor de cabeça, gânglios cervicais aumentados, manchas avermelhadas ou vermelhidão nos olhos.

O tratamento mais adequado é além de um remédio para alívio da coceira e pele irritada, um antitérmico para febre. Geralmente em até duas semanas os sintomas desaparecem sozinhos. A rubéola é uma doença viral e sua maior forma de prevenção é a vacina tríplice viral, dada aos 1 ano e 3 meses do bebê.

Já a roséola  também pinta o corpo e atinge mais as crianças pequenas. A incubação é de cinco a 15 dias, com três a quatro dias de febre alta. Depois surgem as pintinhas que duram dois dias. Causada pelo herpesvírus 6, a roséola ocorre com mais freqüência na primavera e no outono. 

Na infância, a rubéola não costuma ser doença grave porque, de modo geral, as crianças se recuperam bem diante de doenças causadas por vírus. Pode haver ou não ocorrência de febre. A maior característica é vermelhidão pelo corpo, que começa pelas extremidades e se dissemina pelo tronco, persiste por cerca de cinco dias.

Fonte: Hospital Israelita



Nenhum comentário:

Postar um comentário