A SUA ESCOLHA DE PARTO

💙
22 maio 2017
[foto @amoremfocofotografia]


Com a chegada do bebê, a reta final da gravidez é uma enxurrada de indagações, não só feitas pela própria grávida, mas como por todos a sua volta. O parto é um dos maiores ápices vividos na gestação. São inúmeros questionamentos e hoje, com a facilidade da internet, informações borbulhando a todo momento. Basta pesquisar.

O que de fato me incomoda nisso tudo, é a obrigatoriedade muitas vezes impostas a gestante. De um lado, frentes e mais frentes apoiando o humanização do parto, a defesa do parto natural e de outro, um sistema que praticamente te obriga a realizar uma cesária. Independente do que você, mulher, mãe, gestante, pensou.

A realidade é: nosso país não está preparado para uma visão de parto natural. A taxa de cesariana, apesar de vir caindo ainda é alta, são 55% mais partos cesárias do que normais. E nossa realidade quanto à estrutura é péssima! Poucos hospitais oferecem apoio à gestante que queira parir de forma natural. Há brigas e mais brigas (que devem sim ser abordadas) sobre o parto humanizado e o parto domiciliar.

Mas como eu disse lá em cima, não é o sistema, não são as opções e nem mesmo o que oferecem que me incomoda. O que mais me incomoda nisso tudo é a falta de respeito de tudo e todos em relação a escolha da mulher.

Se você afirma que terá um parto natural, sem intervenções, faltam logo lhe enfiar uma camisa de força e chamarem você de louca, afinal, não existe isso de parir em casa, sentindo dor, sem médicos. Vão te julgar como a maluca, a moça da modinha, a que quer ser diferente.

Mas se você fala que não, que seu parto será cesariana, aí já dizem que você é maluca por fazer uma cirurgia, doida por marcar um parto sabendo que seu bebê enviará sinais para nascer, que devemos respeitar o tempo do feto, que a cirurgia envolve muitos riscos. Que você nasceu para parir. Ora, mas eu nasci para tantas outras coisas ... e todas tenho o direito de escolha.

Na minha opinião, partos são íntimos, pessoais, um momento único na vida de uma mulher. Que deve sim, confiar seguramente no médico que lhe acompanha, no parceiro que escolheu para viver esse momento e principalmente NELA mesmo. E resto deve apenas acolher a decisão e vibrar pelo presente que é a chegada de uma nova vida ao mundo.



4 comentários on "A SUA ESCOLHA DE PARTO"
  1. eu sempre quis parto normal, mas não foi possível. mas também sempre pensei que a escolha do parto é do bebê. o que for melhor para ele é o que deve ser feito. meu médico sempre me deu força para o parto normal, mas na última hora não deu e eu entendi. Mas é bom procurar um médico que vc tenha empatia e saiba da sua escolha.

    ResponderExcluir
  2. Sei bem como é tenho dois filhos, um foi PN e ou outro cesárea mas não fiz escolhas apenas atendi as necessidades no momento de cada um nascer, ótimo post, adorei!

    ResponderExcluir
  3. Na época da gestação da Melissa, eu não ligava mundo para o tipo de parto que teria, pois ali não tinha uma visão mais detalhada do que cada opção me daria ou me prejudicaria. Hoje em dia tenho uma consciência completamente diferente e teria sido mais incisiva na minha vontade e mais informada.

    ResponderExcluir
  4. Concordo com você. Independente da opção, que seja uma escolha que respeite a vontade da mãe.
    bjs
    Lele

    ResponderExcluir