Mabi, o Bebê do FACEBOOK!

💙
01 fevereiro 2016

Fatos e reflexões sobre minha primeira filha.
A história de uma bebe contada por seu pai de primeira viagem.
Introdução parte 2:


Com o passar do tempo minhas postagens passaram a ser acompanhadas por um número cada vez maior de pessoas que por vezes se identificavam com o assunto, por vezes ficavam apenas curiosas, outras gostavam de acompanhar essa minha fase como se fosse uma novela; muitos papais de primeira viagem como eu também se interessavam por estar vivendo as mesmas coisas, já outros viam por insistência da esposa que também acompanhava. Amigos, mesmo de muito longe, viveram tudo isso comigo. Pude, dessa forma, escutar opiniões diversas, trocar ideias sendo por vezes ensinado, por vezes consolado e até mesmo recriminado em alguns atos. Ouvi relatos de pessoas que confessaram ter chorado ao ler, outras riram, etc. Toda essa exposição transformou minha filha numa pequena celebridade em minha cidade. Como minha cidade é pequena com aproximadamente 25000 habitantes, virou rotina eu responder pelas ruas tudo sobre essa gestação e paternidade, todos queriam saber sobre o bebê do Facebook. Atualmente, depois do nascimento, qualquer ida a rua com ela se transforma numa demorada viagem, pois, todos querem conhecê-la e saber como ela está, fato esse que me deixa muito feliz!
          


  "Desde que eu soube da notícia da gravidez da Renata tenho publicado, periodicamente, textos sobre meus sentimentos quanto ao fato de ser pai e tb as notícias mais importantes sobre essa tão sonhada gestação. Com isso, felizmente, tenho recebido um retorno de várias pessoas que sempre perguntam como as coisas estão, se interessam pelas notícias e também perguntam sobre a realização do chá de bebê. Agora, infelizmente, não poderei convidar a todos para essa confraternização por motivos óbvios, até mesmo por que ganhamos de presente a realização da mesma e, por isso, teremos que restringi-la à família e amigos mais próximos.
               
Espero que alguns de vocês não fiquem (tão) chateados com essa situação e, mesmo parecendo ser indelicado (talvez esperto também) resolvi fazer outro evento, aberto a todos, em algum bar/restaurante, localizado estrategicamente no centro da cidade com várias farmácias ao redor (não se sintam pressionados a comprar fraldas rsrsrs), ao qual chamarei apropriadamente de “chá de beber”. Para esse evento não medirei custos, até mesmo por que cada um arcará com a sua conta, e poderei arrecadar algumas fraldas, ou mesmo que não, terei pelo menos alguns companheiros para degustar umas cervejas e bater um bom papo. Espero que alguns de vocês apareçam por lá e possam me passar um pouco da sua experiência para minha nova aventura.
                   
  Ainda não marquei data e nem lugar para esse evento e na verdade esse post é para saber a opinião de vocês sobre o assunto. Se, e somente se, Ao menos uma pessoa gostar da ideia e confirmar que vai estar presente, farei uma página para esse evento onde todos serão convidados, seja conhecido ou amigo. Não sinto tanta vergonha por essas palavras baseado em algumas afirmações: “conhecido não é amigo; amigo nem sempre é amigo de verdade e amigo de verdade te leva para o bar".
             “Obrigado pela atenção e por todo o carinho de muitos de vocês pela minha tão sonhada Maria Beatriz, atenciosamente, com toda a minha cara de pau, Fábio Ceará”.
 (
Continua no próximo post!)



Fábio, 40 anos, veterinário apaixonado por gatos, atualmente se vê as voltas com as dores e delícias de ser ... PAI!


Be First to Post Comment !
Postar um comentário