Pai, me dê a mão!

💙
19 janeiro 2016

E se durante a gravidez foi difícil se encontrar neste novo mundo, basta apenas alguns minutos para você se sentir PAI.

Você não vai precisar de livros, métodos ou manuais. No máximo um bom e velho conselho de seu pai e todo o seu amor, já resolverão qualquer tipo de problema.

No começo você pode ser meio desengonçado. Mas tudo bem, eu sei que você está achando tudo novo, assim como eu. Diferente da mamãe, que durante os nove meses pode sentir todas as minhas emoções a flor da pele, eu entendo que somos novos um para o outro. Mas, você sabe o que faz. E faz com amor.

E a principio você pode duvidar, achar que não vai dar conta, ou dizer que é melhor que a mamãe cuide de mim. Mas não desista, aos poucos vamos nos reconhecendo e saiba, de uma coisa: eu já nasci te amando. A nossa relação já existe. 

Há duas coisas essenciais que você deve fazer: cuidar de mim e me entender.

Por favor, Papai: brinque comigo. Me dê banho, troque minhas fraldas, me faça dormir, mesmo que sua voz não seja doce e suave como a da Mamãe. Crie laços inesquecíveis. Para nós dois.

Me entenda: conheça meus limites, me abrace, me pegue no colo, me faça cócegas ou me conforte da dor. Converse comigo, seja meu melhor caminho, observe todos os meus passos, entenda meus sinais. Tudo isso formará nosso vínculo pai e filho. 

O melhor conforto para mim, será seu afago, seu carinho.

Me ajude a trilhar essa longa jornada. E por favor, Pai: me dê a mão!

E não se esqueça, eu também te amo.

Be First to Post Comment !
Postar um comentário