A mãe que você quer ser...

💙
04 outubro 2015
(Foto: Bruno Aguiar Photographie)

Sempre me pego pensando sobre a mãe que eu gostaria de ser e a mãe que sou. Deve ser um dos maiores desafios da maternidade, conciliar o seu desejo com o que de fato deve ser feito em algumas situações. O problema é quem em muitas das vezes, agir, somente com a razão dói. E doer me faz sentir uma culpa tremenda. Daí vem a questão sobre a mãe que eu quero ser e a mãe que realmente sou.
Pois eu, e acho que todas nós, desejaríamos ser aquelas mães com super poderes, não é?
Daquelas que nunca se cansam, nunca se estressam, tão quanto ficam desanimadas.

(Foto: Bruno Aguiar Photographie)

Queria ser aquela mãe que consegue dar conta da casa, trabalho, marido e filhos, com um ar de perfeição e ainda maquiada! E ainda, ser aquela mãe que coloca em prática todas aquelas teorias que lemos a fio durante a gravidez e, pasmem, elas funcionam!
Pois é ... Mas essa mãe citada não sou eu. Eu não chego nem aos pés dela!
Há dias em que quero dormir, quero chorar, quero sair correndo. Em outros, a casa está uma bagunça, a comida não foi feita no horário, o filho ainda nem tomou banho!
As teorias, aquelas, que devorei até o último segundo da gravidez, não funcionam nem pedindo ajuda para todos os santos! E sabem por que?
Porque sou uma MÃE. Apenas uma mãe, com uma vida normal, uma família real, que não pode e nem deve viver planejando todos os segundos.
Nesses dias em que tudo da errado, o jeito é sentar e apenas tentar dentro do caos, encontrar o sorriso do meu filho.
(Foto: Bruno Aguiar Photographie) 
Nos dias em que as teorias dão errado, apenas acreditar que seus métodos são mais válidos e que crianças não são pré programadas. Elas precisam aprender, conhecer.
A mãe que eu queria ser .... essa mãe não gritava, não ficava zangada quando algo quebrasse, não se importaria de ficar noites acordada ou mesmo tiraria de letra qualquer sintoma do filho.
Mas essa mãe não sou eu...
Eu sou apenas uma mãe, uma mãe que ama muito o seu filho. E que tem certeza de que o amor há transforma na melhor mãe que eu posso ser!


Be First to Post Comment !
Postar um comentário